terça-feira, 26 de abril de 2016

[Bilhetes] Moreirense - Boavista

O Moreirense FC recebe a equipa do Boavista FC, no próximo dia 1 de Maio (domingo), pelas 16.00 horas, para disputar a 32ª jornada da Liga NOS.

Os sócios do Moreirense FC têm entrada com a cota nº4 e podem trazer DOIS acompanhantes sem nenhum custo. Os bilhetes para acompanhantes estão disponíveis de terça-feira a sábado (até às 12 horas) e podem ser levantados na sede do clube.

O clube procederá a um controle rigoroso aos cartões de associados para que tudo corra sem problemas.

Para o público em geral, os bilhetes estão disponíveis em três modalidades: 13 euros (Bancada Topo), 15 euros (Bancada Central) e 20 euros (Bancada Cativa).

in "http://www.moreirensefc.pt/noticias.php?verNoticia=cca5bbb50234f993babdd8b3d4acd357"

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Moreirenses pelo mundo!


Depois de termos conquistado na Madeira a permanência na primeira liga, o Cláudio levou o símbolo do Moreirense a mais um lugar no mundo. Desta vez, na Catedral de Colónia, as cores do Moreirense voltaram a imperar. 

Se tiveres fotos de locais marcantes do mundo com as cores do Moreirense, não hesites em nos enviar! Vamos pouco a pouco conquistando o mundo!

Objectivo conseguido!


De vocês vai rezar a história! Para o ano contem conosco novamente!
OBJECTIVO CUMPRIDO!

«Espero que aconteça festa hoje em Moreira de Cónegos»


Miguel Leal, treinador do Moreirense, em declarações no final da vitória por 1-0 sobre o Nacional:

«Espero que hoje aconteça a festa em Moreira de Cónegos. Quero dedicar esta vitória à família moreirense, aos jogadores, a toda a estrutura, ao meu staff técnico e a todos os que nos apoiaram ao longo de toda esta caminhada que não foi fácil.

Esta caminhada teve alguns altos e baixos, mas nós mantivemos sempre o discernimento e a calma para percebermos que chegaríamos ao nosso objetivo.

É verdade que nas minhas contas o que faltou foram três pontos em casa no jogo com o Tondela, que nesta fase do campeonato se está a revelar um adversário surpreendente. Se calhar aí a situação já estava resolvida, mas não foi.

Depois tivemos vários jogos em que fomos claramente prejudicados e se calhar aí também já estaria tudo resolvido. Mas pronto, as coisas acontecem quando têm de acontecer. O objetivo do Moreirense para esta época está cumprido, mas temos mais três jogos e temos de fazer o melhor.

Agora vamos festejar muito porque merecemos e depois vamos prepara os restantes jogos.

[Sobre o futuro no Moreirense e a provável contratação de outro técnico] Não quero falar sobre isso, no final da época as coisas resolvem-se. Por isso não gostaria de falar sobre isso porque o mais importante agora é festejar.»

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/moreirense/nacional/espero-que-aconteca-festa-hoje-em-moreira-de-conegos"

Nacional-Moreirense, 0-1 (destaques)


Figura do jogo: Vítor Gomes

Marcou o único golo do desafio, logo aos dois minutos, aproveitando uma bola perdida na área, e deu nas vistas por surgir a fazer remates perigosos. Sempre que aparecia na área era um quebra-cabeças para a defesa insular.

Momento do jogo: dois minutos

O golo do Moreirense aos dois minutos acabou por marcar o desafio. Foi um tento que, aliado a uma boa estratégia defensiva, foi suficiente para amealhar três pontos e praticamente assegurar a manutenção da formação orientada por Miguel Leal.

OUTROS DESTAQUES

João Aurélio

Foi um dos melhores elementos do Nacional. Desceu várias vezes pela linha e tentou cruzar para a área. Deu profundidade ofensiva à equipa madeirense, não parando de subir e descer pelo flanco direito, como é seu hábito.

Iuri Medeiros

Aos 79 minutos, numa jogada individual, quase marcava o segundo golo do Moreirense: o remate de fora da área, saiu ligeiramente ao lado, porém. Está muito motivado e mesmo quando não dá nas vistas no ataque, ajuda a equipa na defesa.

João Palinha

Outro grande jogo do trinco que o Sporting emprestou ao Moreirense: esteve bem no capitulo defensivo, preenchendo bem os espaços e caindo para as alas a compensar os colegas. Foi o jogador que travou muitos dos lances de João Aurélio pela linha.

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/vitor-gomes-figura-jogo/nacional-moreirense-0-1-destaques"

Nacional-Moreirense, 0-1 (crónica)


O Moreirense derrotou o Nacional na Choupana e praticamente assegurou a manutenção na Liga. O golo madrugador de Vitor Gomes aos dois minutos, aliado a uma boa estratégia defensiva, foi o suficiente para somar os três pontos em jogo, perante uma formação insular que não teve ideias para pelo menos empatar a partida.

O Moreirense entrou, de resto, praticamente a ganhar. Aos dois minutos, Fábio Espinho, em drible, entra pela área e remata contra um defesa. A bola sobra para Vítor Gomes que atira de pé direito para o primeiro golo do desafio.

Os alvinegros tiveram pouco tempo para respirar, mas demoraram muito tempo a reagir, perante um adversário que em vantagem não facilitou na defesa. Só aos dez minutos é que o Nacional chegou com algum perigo à baliza de Stefanovic, mas Soares cabeceou ao lado.

Confira a ficha de jogo e as notas dos jogadores

Nacional era uma equipa sem ideias e errava muitos passes, muito por culpa da defesa do Moreirense que se revelava muito coesa.

Os madeirenses raramente conseguiam entrar com perigo na área adversária, e quando o conseguiam era na sequência de cantos (nos primeiros 45 minutos de jogo os insulares conseguiram cinco cantos enquanto o Moreirense não conseguiu nenhum). Foi o que aconteceu aos 37 minutos com Belkaouri a cabecear ao lado da baliza.

A melhor oportunidade do Nacional aconteceu em cima do intervalo com Bonilha na área de primeira a rematar à trave. No segundo tempo Manuel Machado mexe na equipa e faz entrar Luís Aurélio que no primeiro ataque da sua equipa remata para uma grande defesa de Stefanovic.

Vítor Gomes decidiu o jogo: veja os destaques

O Nacional procurava anular a vantagem adversária, mas os madeirenses pareciam que não estavam em tarde de bom futebol. O Moreirense tentava manter a vantagem conseguida na primeira parte e só jogava em contra-ataque e fechava o caminho para a sua baliza.

Perante este cenário e praticando mau futebol, os insulares sentiam muitas dificuldades para furar a defesa adversária. O Nacional ainda tentou pressionar, mas foi a formação de Moreira de Cónegos que esteve mais perto de marcar.

Como aconteceu aos 79 minutos com um remate de Iuri Medeiros que por pouco não acertou na baliza de Rui Silva. O Moreirense marcou cedo, mas venceu justamente uma formação insular que pouco jogou para conseguir outro resultado que não a derrota.