domingo, 16 de dezembro de 2012

Jorge Casquilha: «Foi um soco no estômago»


Jorge Casquilha mostrou-se desiludido com o empate (2-2) frente à Académica, consentido já em tempo de compensação.

"Estas é que doem e provocam amolgadelas. Foi um soco no estômago depois do que a equipa fez e de estarmos perto da vitória. Agora temos que continuar porque há-de chegar o dia em que a sorte estará do nosso lado e vamos vencer o jogo", afirmou o treinador no final da partida.

Casquilha destacou o futebol dos estudantes e a maneira como arriscaram no segundo tempo.

"O jogo estava controlado, mas a Académica lutou até ao fim e jogou a segunda parte quase toda com três avançados. Marcaram o golo do empate a seguir a um lance em que podíamos ter feito o 3-1 e acabar com o jogo", explicou.

O treinador do Moreirense garante, no entanto, que a sua equipa não vai perder alento.

"Se ganhássemos iríamos deixar o último lugar, onde ninguém gosta de estar e iríamos passar certamente um Natal mais feliz. Estou triste pelos meus jogadores porque mereciam vencer o jogo. Esta derrota abanou-nos, mas não nos vai abater", assegurou Casquilha.

in "http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Moreirense/interior.aspx?content_id=794286"