domingo, 13 de janeiro de 2013

Casquilha: «Não sou de mandar a toalha ao chão»


[Sobre o jogo] «O mais importante era a vitória. Saímos daqui frustrados pelo resultado mas não sou de mandar a toalha ao chão. Temos um grupo com qualidade para sair deste lugar. Foi um jogo equilibrado até ao primeiro golo. A partir daí destabilizámos e a perder 2-0 com um homem a menos era muito complicado. Na segunda parte sofremos o 3-0, depois a expulsão e o 4-0. Não estamos satisfeitos com o que se passou. A capacidade de sofrimento foi enorme mas hoje o Moreirense teve um dia mau. Continuamos na luta com esperança que o trabalho dê frutos. Este é um clube estável, pagador, tem os ordenados em dia e as condições para se manter na primeira divisão».

[Jogo frente ao Benfica] «Temos 13 ou 14 jogadores para enfrentar o Benfica que é uma excelente equipa. Temos uma semana para trabalhar, preparar os jogadores e dificultar ao máximo a tarefa do Benfica».

[Continuidade do treinador] «Falei com o presidente e ele não me disse nada. Se achar que não devo continuar não estou agarrado ao lugar. Tenho cumprido os objectivos e só o presidente pode decidir sobre isso».

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/moreirense/casquilha-moreirense-v-setubal-saida/1409495-1466.html"