domingo, 13 de janeiro de 2013

V. Setúbal-Moreirense, 5-0 (crónica)

Setúbal vs Moreirense (Lusa)

Não podia ter sido mais perfeito para o V. Setúbal. Ao intervalo já vencia por 2-0 e o Moreirense jogava com um homem a menos devido à expulsão infantil de Wagner (meteu a mão à bola quando já tinha amarelo). Depois acabou a golear (5-0) e deu um passo sólido na luta pela manutenção.

Os sadinos apresentaram-se muito organizados na defesa e extremamente competentes no ataque. O Moreirense foi o contrário. O V. Setúbal entrou melhor no início da partida, o que já fazia prever o que aí vinha. O Moreirense deixou-se levar pela corrente do Sado e simplesmente não conseguiu remar contra. O Vitória de Setúbal venceu o Moreirense por 3-1 na 14ª jornada da Liga, alcançando 14 pontos e afundando ainda mais o Moreirense, que continua assim em último lugar, com 8 pontos e muitas dores de cabeça pela frente.  

Na primeira parte apareceu um V. Setúbal controlador, objetivo e acima de tudo eficaz, ao contrário dos homens de Jorge Casquilha, que tirando uns cantos e outros remates para fora nunca conseguiram incomodar Kieszek.

E depois aparece Meyong 

O V. Setúbal já ameaçava dado o caudal ofensivo que apresentava. Controlo do meio campo, cruzamentos perigosos e uma bola ao poste de Bruno Amaro. Só faltava entrar a primeira. E depois aparece Meyong. O camaronês estava em dia sim e quando assim é, fica difícil de parar. O primeiro golo surge no minuto 26 depois de um grande cruzamento de Bruno Amaro que encontra Meyong nas alturas para estabelecer o primeiro. O segundo surge passado 5 minutos. Passe a rasgar de Pedro Queirós para Meyong e este, com muita calma, pica por cima do guarda-redes. A vida já não corria bem ao Moreirense e ficou ainda pior quando Wagner, já com cartão amarelo, mete a mão na bola e vai mais cedo para o balneário. Terminava assim a primeira parte.

No segundo tempo, ainda o Moreirense estudava a melhor forma de virar o resultado já Meyong tinha marcado. O hat trick. Minuto 46, jogada de Pedro Santos do lado direito, a bola sobra para o camaronês fazer o 3-0. Quando parecia não poder piorar mais, Augusto é expulso ao minuto 49. A partir daí o Moreirense fechou-se o mais que pode e tentou sair no contra-ataque. Foi inconsequente. A jogar contra 9 e com o domínio total da partida, o V.Setúbal faz o 4-0 ao minuto 54 num grande golo de Pedro Santos e a terminar, o estreante Bruninho fechar o marcador em 5-0 ao minuto 85. 

O Moreirense nunca conseguiu igualar os sadinos durante o jogo. Defendeu sempre pior e atacou sem qualidade. Tirando alguns cruzamentos perigosos e dois remates de Fábio Espinho nada mais se viu da equipa de Moreira de Cónegos.

Final da partida e o V. Setúbal soma 14 pontos, dando um importante salto na tabela classificativa e na luta pela manutenção. O Moreirense fica em último lugar da Liga com 8 pontos e com um trabalho muito difícil no que toca à manutenção.

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/moreirense/v-setubal-moreirense-meyong-14-jornada-manutencao-liga/1409481-1466.html"