sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

«Se ganhámos fora, temos obrigação de ganhar em casa» - Augusto Inácio

Augusto Inácio (foto ASF)
O treinador do Moreirense considera que de nada servirá o triunfo da última jornada diante o Nacional se não conseguir bater, domingo (16 horas), o Beira-Mar.
«Estamos a lutar contra o tempo e número de jogos que temos pela frente. O facto de termos ganho ao Nacional permitiu o aumento dos índices de confiança e reduzir o fosso relativamente às outras equipas. Mas, se não ganharmos ao Beira-Mar, aquilo que fizemos na Madeira acaba por ter pouco sentido. Se fomos capazes de ganhar fora, temos obrigação de ganhar em casa, mesmo sabendo que vamos defrontar um adversário que também está aflito», disse Augusto Inácio na projeção ao encontro, reconhecendo que os aveirenses poderão chegar a Moreira de Cónegos motivados pelo resultado (3-3) da última jornada com o SC Braga.
«O Beira-Mar é um adversário difícil, está moralizado depois do jogo que fez com o Braga, no qual mostrou enorme confiança. Mas posso garantir que o Beira-Mar não vai ter os espaços que o Braga lhe deu.»
Apesar do triunfo na Choupana, o primeiro para o campeonato nos últimos cinco meses, Augusto Inácio admite algumas mexidas na equipa, refutando a ideia de que em equipa que ganha não se mexe: «Nem sempre é assim. Tem tudo a ver com a estratégia do jogo, com o posicionado e características dos jogadores.»
In http://abola.pt/nnh/ver.aspx?id=381397