domingo, 17 de fevereiro de 2013

V. Guimarães-Moreirense, 1-0 (destaques)


A Figura: Ghilas
Aos 58 minutos recebeu a bola na área vitoriana e com uma simulação enganou dois defesas. O lance ilustra a qualidade insuspeita de um ponta-de-lança merecedor de outros palcos, quiçá de outros futebóis. Sempre que a bola lhe chegava era evidente o pânico que se apoderava da defesa minhota. Não fez o seu melhor jogo da época, mas o que produziu chega e sobra para ter sido o melhor em campo. Um portento.

O Momento: dois penaltys no mesmo minuto
Minuto 7. Augusto agarra Marco Matias na área do Moreirense e o árbitro Luís Ferreira assinala, acertadamente, grande penalidade. Tiago Rodrigues remata, Ricardo Andrade defende e, no seguimento, a bola vai ter com Ricardo. O avançado do Vitória arrisca o remate e a bola bate em Pintassilgo, a um metro de distância. Grande penalidade, mais uma, contra o Moreirense. Desta vez, pareceu-nos, muito mal assinalada.

Recorde o V. Guimarães-Moreirense AO MINUTO

Christian Kinkela
30 anos, um percurso de respeito nos escalões secundários de França, uma bela descoberta do Moreirense. Trata bem a bola, prefere procurar as alas e é especialista em lances de bola parada. Não é um extremo, antes um médio que pode dar mais amplitude ao futebol da equipa. Vai ser, por certo, importante no processo de revitalização dos cónegos.

Ricardo Andrade
Defendeu a grande penalidade de Tiago Rodrigues, não falhou uma saída a cruzamentos e fez um verdadeiro milagre ao sacudir para canto um cabeceamento fabuloso de Soudani, a meio do primeiro tempo. Agarrou o lugar de número um no Moreirense e está muito confiante, conforme demonstrou em Guimarães.

Ricardo
As jornadas passam e Ricardo continua a ser o elemento mais convincente no lado vitoriano. É notável a forma como recebe e acelera de imediato o jogo. Teve dois passes perfeitos para Marco Matias, desperdiçados pelo colega do outro flanco. Numa equipa visivelmente limitada, Ricardo é o farol procurado pelos colegas nos piores momentos. Se houver alguma lógica em tudo isto, o seu futuro será brilhante.

Paulo Oliveira
Produto riquíssimo da formação vitoriana. Defesa central muito seguro, rápido, pouco dado a invenções ou riscos desnecessários. Teve muito, muito trabalho na marcação a Ghilas (a meias com El Adoua), mas conseguiu controlar de forma interessante o gigante francês do Moreirense. Um jovem a merecer atenção no futuro.

Douglas
Absolutamente decisivo na segunda parte. Três/quatro defesas de elevadíssimo nível de qualidade para segurar o triunfo.

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/v-guimaraes/moreirense-v-guimaraes-ghilas-destaques-liga/1420782-1458.html"