sexta-feira, 8 de março de 2013

«Temos a possibilidade de saltar a linha d'água»

Augusto Inácio confia numa vitória neste domingo, mas não tem ilusões quanto às dificuldades da recepção ao SC Olhanense, jogo que pode ditar a troca de posições na tabela classificativa "Temos vindo aos poucos e poucos a somar pontos. Em cinco jogos alcançámos duas vitórias, dois empates e uma derrota... Em três jogos fora - na Madeira, com Nacional e Marítimo, e em Guimarães. Aos poucos vamo-nos aproximando dos lugares acima da linha de água e é evidente que neste jogo só dependemos de nós. O Olhanense tem uma boa equipa, um bom treinador e joga pelos mesmos objectivos que nós."
 
Para os algarvios, este é um jogo em que podem cavar um fosso de quatro pontos ou cair para a zona de despromoção.
"Por isso, estou convicto que o adversário vai encarar este jogo como uma grande final. Para nós é mais uma. Tivemos que recuperar muitos pontos e agora temos a possibilidade de saltar a linha de água. Acredito, como é evidente, que podemos ganhar, pois sinto os jogadores cada vez mais confiantes, mais unidos, organizados e concentrados. Por isso começa a ficar um ambiente diferente, de competitividade entre eles. A mensagem que temos que passar é que este jogo é importantíssimo, mas é mais um entre vários jogos importantes."
 
O treinador do Moreirense FC assume que espera um jogo de paciência, ciente de que se marcar primeiro pode assistir-se a uma partida emocionante.
"Não sei como o Olhanense vem aqui jogar. Sei que tem uma boa equipa, deu uma boa resposta com o Braga e não merecia ter perdido. Pelo que vi nesse jogo, o valor não coincide com os resultados que tem tido. A última impressão é a que fica e a do Olhanense é boa, é excelente. Mas a nossa no Marítimo também foi. Demos uma grande resposta na Madeira. Este vai ser um jogo de paciência. Não vejo fragilidades psicológicas de parte a parte. Uma equipa que vai querer não perder e outra à procura do golo, mas com paciência, com calma e com critério, porque ir à procura do golo de qualquer maneira é estar a dar trunfos ao adversário."