sábado, 14 de setembro de 2013

VÍTOR OLIVEIRA: «Fomos melhores na segunda parte, mas aceita-se o empate»



Vítor Oliveira aceita a divisão de pontos num jogo em que aponta o dedo à falta de serenidade para atacar a baliza portista.

«Pelo que as equipas produziram, aceita-se o empate. Na segunda parte, o Moreirense foi melhor. Em termos de oportunidades, o Porto teve uma flagrante - numa grande defesa do Carlos -  e nós tivemos duas muito boas. Mas o resultado ajusta-se.»

O treinador do Moreirense salientou a concentração defensiva e a intranquilidade atacante.

«O jogo foi difícil pelo valor do adversário, mas também pelo calor. Tivemos alguma dificuldade na primeira parte porque não conseguimos passar bem. E quando não se passa bem, não se pode jogar bem. De resto, defendemos bem, sempre muito organizados. O FC Porto não teve uma ocasião de perigo na primeira parte. Estivemos sempre bem posicionados... Mas, depois, não conseguimos sair para o ataque. Falhámos muitos passes, o Porto pressionou-nos bem e não estivemos esclarecidos. Penso até que fomos algo medrosos.»

O intervalo fez bem à equipa, que surgiu mais perigosa e confiante.

«Na segunda parte melhorámos, continuámos a defender bem e conseguimos até sair com perigo em algumas situações em que com mais um bocadinho de tranquilidade podíamos ter chegado ao golo.»

Para este jogo, o Moreirense teve cinco baixas. Mas as alternativas dão confiança.

«Temos uma série de lesões traumáticas, mas os jogadores dão-nos garantias de continuar a fazer um bom campeonato e até razões para encararmos o futuro com algum optimismo.»

in "http://www.moreirensefc.pt/noticias.php?verNoticia=b0c33a3f93b38c11bcfbcfa544afc344"