domingo, 27 de julho de 2014

Emoção atrapalhou processos


O jogo de apresentação do Moreirense FC aos sócios saldou-se por uma derrota tangencial (0-1), frente ao vizinho Vitória SC, prevalecendo a vantagem conquistada aos 31 minutos através da conversão de uma grande penalidade. No primeiro jogo em casa - apenas o terceiro desta fase de preparação - o Moreirense revelou uma inesperada dose de ansiedade que provocou desequilíbrios bem explorados pelo adversário. Marafona esteve em destaque e permitiu que a equipa se organizasse e reagisse, assumindo aos poucos o controlo das operações. A segunda parte foi sempre em crescendo e o golo da igualdade até surgiu perto do final, em lance anulado pelo árbitro que momentos antes expulsara Josué, do Vitória SC.


Emoção atrapalhou processos
O jogo de apresentação do Moreirense FC aos sócios saldou-se por uma derrota tangencial (0-1), frente ao vizinho Vitória SC, prevalecendo a vantagem conquistada aos 31 minutos através da conversão de uma grande penalidade. No primeiro jogo em casa - apenas o terceiro desta fase de preparação - o Moreirense revelou uma inesperada dose de ansiedade que provocou desequilíbrios bem explorados pelo adversário. Marafona esteve em destaque e permitiu que a equipa se organizasse e reagisse, assumindo aos poucos o controlo das operações. A segunda parte foi sempre em crescendo e o golo da igualdade até surgiu perto do final, em lance anulado pelo árbitro que momentos antes expulsara Josué, do Vitória SC.


MFC, 0 - VSC, 1

Árbitro: Jorge Ferreira 

MOREIRENSE FC - Marafona (Ricardo Ribeiro, 67); Paulinho (Coronas, 75) Marcelo Oliveira (Anilton, 67), Danielson (Stéphane Madeira, 67) e André Marques (Elízio, 67); Filipe Melo, André Simões (Hélio, 87) e Diogo Cunha (Luís Aurélio, int); João Pedro (Rafa, 81), Alex (Patrick, 85) e Arsénio (Jorge Monteiro, int)
Treinador: Miguel Leal

VITÓRIA SC - Douglas (Assis, 67); Plange (Benjamin, 87), Moreno (Josué, 62), Defendi (João Afonso, int) e Traoré (Luís Rocha, 62); Alex (Gui, 62), André Santos (Cafú, int), André e Bernard (Bruno Alves, 75); Tomané (Ricardo, 62) e Caiado (Hernâni, 81)

Treinador: Rui Vitória

Ao intervalo: 0-1
Golo: 0-1, por André (31' gp)
Disciplina: cartão amarelo a Stéphane Madeira (85) e Coronas (90+1); Bernard (59). Vermelho a Josué (70)