sexta-feira, 25 de julho de 2014

Miguel Leal: «Cheguei a pensar que não acabava como treinador»


R – Exerceu as mais variadas funções, desde treinar camadas jovens, passando por adjunto ou observador. Foi aproveitando as oportunidades ou estava à procura do que gostava mais de fazer?

ML – Joguei futebol, mas percebi rapidamente que não seria um jogador de topo. Optei por, ainda jovem, tirar o curso de Educação Física, pois dava-me mais garantias, mesmo que não fosse no futebol. Comecei a trabalhar na formação e a carreira progrediu depressa, ao ponto de ter sido um dos mais jovens treinadores na 2.ªLiga, na altura quando fui para o Marco. Entretanto, a minha vida familiar mudou radicalmente e tive de fazer marcha-atrás. Coloquei a carreira de treinador em 2.º e 3.º planos para ficar juntos dos meus pais, da minha mulher e dos meus filhos. Foi por essa razão que desempenhei outras funções que me davam mais liberdade e me possibilitavam estar perto de casa. Cheguei a pensar que não ia acabar como treinador. Quando a situação familiar se resolveu, o bichinho voltou e fui para a Turquia.

R – Então treinar é mesmo o que mais gosta...

ML – Sim, gosto. Sinto que tenho uma capacidade enorme para ajudar os jogadores a evoluírem. Gosto de jogadores ambiciosos e sou adepto do futebol no sentido coletivo. Para mim não há estrelas.

«Estratégia de contratações teve de ser alterada»

R – A estabilidade do Moreirense foi trunfo na hora de contratar jogadores?

ML – Na Liga, os jogadores não pensam só nos números. Oh istorial do clube é muito importante. OMoreirense partiu com uma estratégia de contratações e ela teve de ser alterada por esse motivo. O clube para onde o jogador vai, e o seu historial, podem ser muito importantes para uma futura transferência. Mesmo assim, este plantel está perto daquele que idealizamos. Falta um trinco, um extremo que jogue com o pé esquerdo e um avançado. No final pode vir uma cereja para cima do bolo. Quero ver como os jogadores se enquadram nas nossas ideias e depois vejo a posição para a qual quero a cereja.

in "http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Moreirense/interior.aspx?content_id=896461"