domingo, 2 de novembro de 2014

Marítimo-Moreirense, 1-2 (destaques)

André Simões, o patrão que faz a diferença



A figura: André Simões, o patrão que fez a diferença
É ele que “pega” no jogo do Moreirense, sempre de cabeça levantada e com uma grande capacidade de passe e técnica apurada. Para além de tudo isto, assistiu João Pedro para o primeiro golo e fez o golo da vitória. Razões mais do que suficientes para ter sido o melhor jogador em campo.

O Momento: minuto 56
O golo de André Simões foi, de longe, o momento do jogo, pois foi o golo que deu a vitória ao Moreirense e surgiu pouco depois do empate feito por Danilo Pereira.

Outros destaques

Gerso
Grande exibição do extremo do Moreirense. Sempre muito rápido e com grande mobilidade, foi sempre uma dor de cabeça, especialmente para João Diogo que muitas vezes tinha de recorrer à falta para travá-lo. Esteve no primeiro golo, ao começar a jogada, e podia ter marcado em mais dois lances.

João Pedro
Marcou o primeiro golo do jogo, numa antecipação oportuna aos centrais do Marítimo e foi sempre um dos jogadores mais perigosos em campo, com algumas arrancadas que criaram quase sempre desequilíbrios.

Danilo Pereira
Foi o melhor do Marítimo. Para além de ter marcado o golo que ainda devolveu a esperança aos adeptos verde-rubros, foi sempre um dos mais esclarecidos da equipa, quer defensiva, quer também ofensivamente, já na fase final do jogo.

Negativo
A dupla de centrais do Marítimo esteve em tarde não no estádio dos Barreiros. Muita intranquilidade, passividade e culpa nos golos, principalmente no primeiro.

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/liga-maritimo-moreirense-destaques-andre-simoes/5456743b0cf28588287a4f1f.html"