segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Moreirense vs Boavista - Análise

Vitória do pragmatismo, o Moreirense teve a sorte de marcar cedo e o mérito de saber gerir o resultado, embora pudesse ter forçado o segundo golo para dar total tranquilidade no resultado. Somos uma equipa motivada e as coisas saem mais facilmente, estamos fortíssimos nas bolas paradas ofensivas e defensivas, marcamos e conseguimos não sofrer. Mesmo assim a exibição, apesar da vitória, foi insuficiente a nível ofensivo, pedia-se mais poder de fogo mas nós devemos pedir pontos e não exibições, e foi isso que aconteceu neste jogo. O Moreirense era uma equipa de bola no pé e de controle, o Boavista era uma equipa de futebol directo e inconsequente. Porém Petit mexeu cedo, fez uma alteração táctica e o Boavista melhorou. Tirou o defesa direito e colocou em campo Uchebo, um possante avançado, muito alto perfeito para o seu estilo de jogo, feio e direto. Embora com a alteração o Boavista tivesse melhorado ligeiramente foi quase inconsequente, apenas criou perigo por uma vez e através de um remate de longe. O Moreirense ia controlando sem passar por muitos sobressaltos.


Na segunda-parte o Boavista entrou mais veloz e pressionante, criou alguns calafrios ao Moreirense mas apenas nos primeiros 15/20 minutos, num período de tempo em que a agressividade axadrezada preta e branca, atingiu níveis inadmissíveis e sempre permitida pelo árbitro. Tudo bem que o relvado deles não seja natural mas não precisam de treinar num ringue de boxe. Ou eram entradas impetuosas ou jogo de braços num nível de excelência, porque nenhuma vez foi marcada falta. Mas como dissemos isso apenas durou cerca minutos, depois, o Moreirense voltou a controlar o jogo, embora agora a apostar mais no contra ataque, como prova a entrada do Gerso em campo, mas sempre sem entrar em loucuras ofensivas preservando sempre mais o processo defensivo. Este jogo serviu também para ver pela primeira vez Leandro Souza, nitidamente sem ritmo de jogo e não foi feliz sempre que a bola foi ter com ele. Percebeu-se também que Battaglia é cheio de futebol dos pés à cabeça, é pena não puderem jogar todos, porque Battaglia é sem duvida titular na maioria das equipa do nosso campeonato. De resto o Boavista foi das piores equipa a jogar futebol que passou este ano por Moreira, quanto mais fracos os adversários forem mais hipóteses temos nós de garantir a manutenção o mais cedo possível, só temos de agradecer por isso, mas sempre com humildade e com os pés assentes não terra, porque não somos melhores que ninguém. Resta-nos continuar a apoiar a equipa e toda a estrutura, já todos nós fomos muito críticos para com eles mas eles estão a provar que são capazes de voos maiores que este, só temos de agradecer pelo grupo de trabalho que temos, estão a fazer a melhor época de sempre, provavelmente esta é a melhor equipa de todos os tempos, nos tempos que correm é muito difícil fazer o que estamos a fazer, e a equipa pelo que temos visto promete não ficar por aqui. No fim vamos todos dar os parabéns a esta equipa e estrutura, foram criticados mas ergueram-se como poucos se erguem. Eles e nós lutamos contra tudo, e estamos a conseguir levar a água ao nosso moinho. Com isto podemos dizer orgulhosamente que somos Moreirense!.