sábado, 31 de janeiro de 2015

Sp. Braga-Moreirense, 1-0 (destaques)



Declarações de Miguel Leal, treinador do Moreirense, na sala de imprensa do Estádio Municipal de Braga, depois da derrota (0-1) na abertura da 19ª jornada:
  
- Este jogo foi muito ingrato face às suas incidências. O Braga foi claramente superior na primeira parte. Na segunda parte entrámos muito bem, tivemos uma oportunidade para fazer o golo, não o fizemos. Andámos ali a rondar a baliza sem marcar e acabámos por sofrer um golo algo consentido. Quisemos ganhar o jogo, infelizmente acabámos por perder. É futebol- 
  
- Este ciclo de jogos vai ser muito difícil e também sentimos que os nossos jogadores vão ter mais desgaste. Esta semana já vamos trabalhar com mais calma e os jogadores vão concentrar-se mais no Moreirense, também é importante que isso aconteça. Independentemente destas duas derrotas, somos uma equipa que sabe reagir. 
  
[Jogadores com a cabeça no Moreirense?] 
- Vários jogadores foram contactados para ir para outros clubes e isso mexe com a cabeça dos jogadores, influenciando a dinâmica da equipa. Felizmente esta janela está a fechar. 
  
[Grande penalidade?] 
- Não era o André Simões que eu queria que marcasse, era o João [Pedro]. Ainda berrei, mas o vento estava contra mim, pelos vistos a sorte também. Quase que entrei dentro do campo a berrar, mas ninguém me ouviu, infelizmente. Mas, também não sei se o João [Pedro] marcaria. Temos que olhar em frente, quando houver outro penálti marca quem eu decidir, têm que olhar para mim.