quinta-feira, 30 de abril de 2015

COMUNICADO «FALSO E DE «MÁ-FÉ» CAUSOU DESCONFORTO NO MOREIRENSE


Trata-se de um comunicado «falso» revestido de «má-fé». É a garantia dos jogadores do Moreirense contactados pela Rádio Santiago, quando confrontados com um e-mail enviado a diversas redacções de órgãos de Comunicação Social, na noite de quarta-feira.

O pretenso comunicado, enviado através a conta de e-mail plantelmoreirense@gmail.com, termina com a assinatura: ‘O plantel do Moreirense Futebol Clube’. No texto, pode ler-se que o plantel quer revelar «inquietude» e «enorme intranquilidade» sobre o seu futuro uma vez que 15 jogadores estão em final de contrato e ainda não renovaram contrato. No mesmo mesmo texto, pode ler-se que «o treinador Miguel Leal, está de malas feitas para uma aventura no futebol grego».

Confrontados com este texto, jogadores do Moreirense garantiram que «não há qualquer comunicado do plantel». Um dos jogadores mais antigos no plantel disse mesmo que o texto foi «feito por alguém de má-fé que quer mexer com um grupo unido, trabalhador, que dá tudo pelo clube». De resto, segundo apuramos, a maioria dos jogadores desconhecia este texto, quando confrontados com o mesmo à chegada a Moreira de Cónegos para o treino da tarde. Outros já haviam tido acesso ao texto, revelando desde logo tratar-se de um documento falso.

O treinador do Moreirense, Miguel Leal, recusou-se a comentar o alegado comunicado, onde o seu nome está igualmente envolvido: «Não tem fundamento nenhum, é incomentável», afirmou, bem disposto, o técnico do clube de Moreira de Cónegos.

Segundo foi possível apurar, este pretenso comunicado causou desconforto na SAD do Moreirense, que pretende apurar a origem do texto. O elenco liderado por Vítor Magalhães não vai tomar qualquer posição pública, por entender que se trata de um documento anónimo.

in "http://www.guimaraesdigital.com/index.php?a=noticias&id=59730"