domingo, 5 de julho de 2015

Moreirense: plantel incompleto na revolução de Miguel Leal


Apenas 18 para o regresso aos trabalhos, nove caras novas e um júnior

Miguel Leal começa a por mãos à obra esta segunda-feira, dando início a mais uma época ao serviço do Moreirense no principal escalão do futebol português.

O técnico teve que operar uma autêntica revolução no seu plantel, revolução essa que ainda não está concluída, uma vez que os Cónegos contam apenas com dezoito jogadores para o arranque dos trabalhos.
 
Para segunda e terça-feira estão agendados os habituais exames médicos, sendo que a bola começa apenas a rolar na quarta-feira, altura em que será feita a apresentação à comunicação social, quando do primeiro treino da época.
 
Da temporada passada, o plantel do Moreirense conta apenas com oito elementos do grupo de trabalho que garantiu a manutenção de forma tranquila. Por outro lado, Miguel Leal viu sair quase duas dezenas de jogadores. Ao todo, foram dezoito os jogadores que deixaram a Cidade-Berço.
 
Para colmatar essas ausências, o Moreirense conta, para já, com nove reforços. O guarda-redes Stefanovic, o defesa Sagna e o avançado João Vieira chegaram do Chaves e Rafa Sousa e André Fontes de Penafiel.
 
A estes juntam-se André Micael, um regresso a Moreira de cónegos proveniente dos búlgaros do Zawisza Bydgoszcz, Luís Carlos, que já representou o Gil Vicente e chega do Korona Kielce e ainda Alan Schons, o reforço mais sonante, que atravessou o Atlântico e rumou do Juventude de Caxias para vestir a camisola axadrezada do Moreirense. Vítor Gomes voltou a Moreira de Cónegos depois de ter emprestado aos turcos do Balikesirspor.
 
Nos próximos dias o clube vimaranense deva anunciar mais reforços, uma vez que algumas posições apresentam-se ainda muito carenciadas. Nomeadamente a baliza, onde apenas Stefanovic está garantido, e ainda a lateral esquerda, que não conta com qualquer elemento.
 
O avançado ainda júnior Almeida, primeiro internacional das camadas jovens do Moreirense, vai integrar os trabalhos de pré-época às ordens de Miguel Leal. Entre os dias 20 e 25 de julho o Moreirense cumpre um estágio de pré-época em Ofir. As oficinas do Moreirense abrem esta segunda-feira, 6 de julho.  

 
PLANTEL PROVISÓRIO DO MOREIRENSE

Guarda-redes: Stefanovic;
Defesas: Sagna, Coronas, Marcelo Oliveira, Danielson, João Sousa e André Micael;
Médios: Rafa Sousa, Patrick, Vítor Gomes, Alan Schons e André Fontes;
Avançados: Cardozo, João Vieira, Luís Carlos, Almeida, Fati e Caleb.
 
SAÍDAS
Marafona (Paços de Ferreira), André Moreira (União), Gideão (Boavista), Paulinho (União), João Pedro Silva (Famalicão), Anilton (terminou contrato), Elízio (Apollon), André Marques (terminou contrato), André Simões (AEK), Diogo Cunha (Chaves), Battaglia (regresso empréstimo Sp. Braga), Lucas Souza (Arouca), Bolívia (terminou contrato), Leandro Sousa (Famalicão), Gerso (regresso empréstimo Estoril), Arsénio (Litex Lovech), João Pedro (Apollon) e Alex (terminou contrato).
 
ENTRADAS
Stefanovic (ex-Chaves), Sagna (ex-Chaves), André Micael (ex-Zawisza Bydgoszcz), Rafa Sousa (ex-Penafiel), Vítor Gomes (regresso depois de empréstimo ao Balikesirspor), Alan Schons (Juventude de Caxias), André Fontes (Penafiel), João Vieira (ex-Chaves) e Luís Carlos (ex-Korona Kielce).

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/05-07-2015/moreirense-plantel-incompleto-na-revolucao-de-miguel-leal"