domingo, 8 de maio de 2016

V. Guimarães-Moreirense, 4-1 (destaques)


FIGURA: Dourado

Uma mistura de força, técnica e crença no ataque do V. Guimarães. Marcou o primeiro do encontro com uma cabaçada certeira nas alturas, pondo assim fim uma série de cinco jogos em que esteve em branco; nunca desistiu, fabricando depois o segundo da turma de Sérgio Conceição ao lutar por uma bola aparentemente perdida. Fechou a contagem com um grande golo, o quarto do encontro. Já tinha bisado no jogo da primeira volta, em Moreira de Cónegos, voltou a fazê-lo esta noite. Décimo primeiro e décimo segundo golos do brasileiro que esta época se estreia no continente europeu. Contributo decisivo para o regresso aos triunfos do Vitória.

MOMENTO: costas de Stefanovic para a tranquilidade (76’)

Lance de irreverência de Victor Andrade, ao rematar com as medidas certa de fora da área, em arco, mas a bola acaba por sair ao ferro do travessão da baliza do Moreirense. Contudo, o esférico ressaltou nas costas do guardião Stefanovic, fazendo dessa forma o golo da tranquilidade para o V. Guimarães.

NEGATIVO: momento de aflição com Rafael Martins

Disputa de bola entre Rafael Martins e Pedrão quando estava decorrido um quarto de hora do segundo tempo e passado alguns instantes o jogador do Moreirense cai desamparado no relvado, aparentemente inanimado. Momento de preocupação, jogadores de ambas as equipas pediram rapidamente assistência médica, gerando-se alguma apreensão no D. Afonso Henriques. Rafael Martins recompôs-se rapidamente, não passando de um susto.

OUTROS DESTAQUES

Pedrão

Jogo sem mácula do defesa central brasileiro do V. Guimarães. Muito posicional no setor mais recuado, Pedrão fez vários cortes importantes e vigiou de perto Rafael Martins, não dando espaços ao adversário para marcar.

Fati

Regressou à titularidade na Liga, o que já não acontecia desde a 17ª jornada. Aproveitou a indisponibilidade de Nildo para se mostrar aos responsáveis do Moreirense com uma exibição positiva. Esteve perto do golo no segundo tempo, perdendo tempo de remate num momento em que podia fazer mais.

Xande Silva

Ocupou a vaga de Licá no lado direito da equipa do Vitória e foi uma agradável surpresa. Mais incisivo a atacar do que a defender, ainda assim rubricou uma exibição responsável defensivamente e foi dos mais criativos no processo ofensivo.

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/vitoria-guimaraes/v-guimaraes-moreirense-4-1-destaques"