domingo, 28 de agosto de 2016

Pepa: «Não podemos desequilibrar-nos em termos emocionais»


Declarações de Pepa, treinador do Moreirense, na sala de imprensa do Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, depois da primeira derrota da temporada (0-1), diante do Marítimo:

«O resumo do jogo é a falta de eficácia. Tivemos uma entrada forte, com muita qualidade de jogo e a criar muitas oportunidades, situações claras. Não digo que seja falta de discernimento, mas são situações em que temos de ser letais, uma coisa é uma bola, outra são três ou quatro e isso paga-se caro. Depois o Marítimo numa primeira bola faz o golo, foi um soco grande, mas a equipa reagiu, principalmente na primeira parte».

«Na segunda parte não fomos tão acutilantes, e aí admito que foi um pouco estranho. Temos de ter capacidade, qualquer que seja o resultado, em termos emocionais. É difícil estar por cima e estar a perder, mas não podemos desequilibrar-nos em termos emocionais, ficámos um pouco desequilibrados e não tivemos as oportunidades que queríamos».

[Mesma capacidade da época passada de pontuar mais fora?] «Não me agarro a coisas do passado, vale o que vale, temos de nos agarrar ao presente, olhar para a frente com otimismo. Nestes dois jogos em casa houve uma identidade muito própria, uma equipa com bola a criar muitas oportunidades de golo. Mas no futebol a eficácia é muito importante. Não há cá dramas do passado, queremos lutar sempre pelos três pontos».

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/moreirense/maritimo/pepa-nao-podemos-desequilibrar-nos-em-termos-emocionais"