sábado, 17 de setembro de 2016

Estoril-Moreirense, 2-0 (destaques)


A Figura: Matheus Índio

Com dois golos, o segundo de canto direto, Matheus índio é incontornavelmente a figura deste jogo. Jogou sobre o lado direito do ataque, no apoio a Bruno Gomes, mas foi ele que deixou o seu nome em maior destaque na ficha do jogo. O primeiro golo resulta da perseverança e fé do extremo brasileiro que acreditou que Jander ia deixar escapar aquela bola e destacou-se nas suas costas para depois fletir para dentro e bater Makaridze com um remate cruzado. Esteve sempre muito ativo sobre o flanco, mas foi num pontapé de canto que voltou a chamar a atenção, batendo de forma direita e, à primeira vista de forma intencional, embora tenha contado com o apoio do vento, para um golo de antologia. Daqueles que vão-se repetir sem conta nos resumos deste campeonato.

O momento: golo olímpico a matar o jogo

Este segundo golo, além da forma como foi marcado, foi determinante no resultado, uma vez que, aos 80 minutos, o jogo estava aberto e o Moreirense carregava na procura do empate. O grande golo de Matheus Índio permitiu ao Estoril respirar de alívio. A primeira vitória na Liga tinha ficado garantida naquele momento inolvidável.

Alisson

Boa primeira do extremo do Estoril a dar vida ao flanco direito em constantes combinações com Joel a abrir caminho rumo à área de Makaridze. Fez quatro, cinco, seis cruzamentos que podiam ter tido maior aproveitamento na área.

Diogo Amado

Continua a ser o fiel da balança deste Estoril, sempre com um jogo sereno, sabendo segurar a bola para depois a soltar no momento certo, com passes verticais a provocar desequilíbrios na defesa do Moreirense.

Podence

Estreia pouco impressionante do avançado que até chegou a fazer uma boa pré-época no Sporting. Esteve sempre disponível, correu muito, mas nem sempre tomou as melhores decisões.

Jander

Tarde para esquecer do lateral do Moreirense, com destaque para o lance do primeiro golo. Uma bola longa que parecia estar à sua disposição, mas a verdade é que a deixou escapar e permitiu a Matheus Índio abrir o marcador.

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/matheus-indio/estoril-moreirense-2-0-destaques"