sábado, 10 de dezembro de 2016

Augusto Inácio: «Empate já era penalizador mas a derrota custou»


Augusto Inácio, treinador do Moreirense, após a derrota por 2-1 frente ao Desportivo de Chaves, na sala de imprensa do Estádio Municipal Engº Branco Teixeira, em Chaves.

«O Moreirense apresentou-se aqui muito bem, uma equipa desinibida, muito compacta, serena e personalizada. O primeiro golo que o Chaves marcou já era injusto, trememos um bocado, mas reagimos e fizemos o golo, sempre com futebol muito personalizado e ligado. Esperávamos a reação do Chaves na segunda parte, mas pegámos no jogo outra vez e quando esperávamos que houvesse novo golo do Moreirense tivemos varias oportunidades, algumas isoladas, mas acabámos por perder o jogo sem saber ler nem escrever»

«O empate já era penalizador mas a derrota custou. Olhando para esta equipa e para o estilo de jogo que quero, com agressividade a recuperar e depois a qualidade de jogo com a bola nos pés, os jogadores ainda não estão preparados para o tempo todo do jogo. Não é uma crítica para o antigo treinador. Para o meu estilo de jogo, não conseguem acompanhar aquilo que pretendo. O Boateng sai com cãibras, e o Dramé também. Há jogadores importantes da equipa que ainda lhes falta alguma coisa para renderem mais»

«Da mesma maneira que não aceitei o primeiro golo, também não aceitei o segundo. Não tiro mérito ao chaves, que aproveitou bem e foi pragmático na finalização. Parabéns ao Chaves pelo campeonato que está a fazer. Mas foi uma prenda de natal este resultado e de todo não é justo»

«É melhor trabalhar sobre vitórias e não há vitórias morais. Mas há indicadores que o Moreirense está uma equipa a ficar cada vez mais personalizada e confiante, mas precisa de vitórias, pois de vitórias morais não gosto muito. Nota-se que a equipa quer e trabalha. Falta-nos finalização e melhor capacidade para definir. Talvez com o cansaço que falo, falta o discernimento necessário para finalizar. O Moreirense está numa situação complicada e difícil, já sabia que era assim quando vim para aqui, mas dá-me alento e esperança que com esta qualidade de jogo que temos e espírito que estamos a criar é possível fazer um belíssimo campeonato».

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/moreirense/augusto-inacio-empate-ja-era-penalizador-mas-a-derrota-custou"