sábado, 10 de dezembro de 2016

Desp. Chaves-Moreirense, 2-1 (destaques)


A FIGURA: Podence

Não merecia o desfecho do encontro. Foi o melhor em campo de inicio ao fim, servindo os colegas de ataque e ele mesmo procurando o golo. Esteve em bom plano mas aos 88 minutos desperdiçou a melhor oportunidade. Dono de uma velocidade impressionante, destaca-se também pela capacidade de decisão, maioritariamente bem. A sua verticalidade foi um problema para a defensiva flaviense, resultando na assistência para o Boateng e em muitas jogadas de perigo.

O MOMENTO: 90+2 Rafael Lopes gelou cónegos

Na sua estreia a marcar na Liga esta temporada, o ponta-de-lança que estava de regresso após lesão foi o herói improvável mas decisivo da partida. O Chaves acreditou na vitória e foi recompensado num jogo que esteve longe de lha sair bem.

OUTROS DESTAQUES

Rafael Lopes

Quando parecia que pouco iria acrescentar, o avançado deu tudo à sua equipa. Teve duas situações e fez uma, dando os três pontos, com poucos minutos em campo.

Willian

Grande gesto técnico do avançado. No seu segundo golo na Liga, o atacante dos flavienses fez um golo de belo efeito, recebendo a bola de costas para a baliza e fazendo um pontapé de bicicleta.

Boateng

Com um bom sentido de baliza e sem medo de arriscar, foi letal na grande oportunidade que teve, num bom movimento. Saiu esgotado depois de ter corrido muito mas também ter desgastado a defensiva do Chaves.

Ponck

A adaptação a central passou a ser uma certeza. Jorge Simão manteve a aposta de Ponck no eixo da defesa, lançando Fábio Santos no meio campo devido à ausência de Assis. O central cabo-verdiano fez mais uma exibição de encher o olho, com poucos erros e a dar força e músculo à sua equipa.

Regresso de Augusto Inácio mas não só

O atual treinador do Moreirense orientou o Chaves em 1998/99, curiosamente, no último ano dos flavienses na Liga, antes do regresso esta temporada. O lateral direito Sagna, regressou também a uma casa onde esteve durante quatro temporadas, entre 2012 e 2015. O guarda-redes Stefanovic jogou em Trás-os-Montes em 2014/15 mas ficou hoje no banco.  Do outro lado, Paulinho, titular, foi jogador do Moreirense entre 2012 e 2015, enquanto Rafael Lopes, suplente utilizado, esteve nos cónegos na época 2012/13.

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/desp-chaves/chaves-moreirense-2-1-destaques"