domingo, 4 de dezembro de 2016

Moreirense-Nacional, 3-1 (destaques)



FIGURA: Podence

Jogo eletrizante do extremo cedido pelo Sporting ao Moreirense. Para além dos golos que sentenciaram o encontro, o jovem de 21 anos traçou vários rasgos individuais perigosos que colocaram em sentido o último reduto da equipa de Moreira de Cónegos. Apareceu bem ao segundo poste, aos 53 minutos, a desviar para o fundo das redes de Rui Silva e fuzilou o guardião alvinegro a seis minutos dos noventa. Tinha estado em evidência no último triunfo do Moreirense na Liga, ao marcar em Tondela, voltou a ter papel decisivo no triunfo deste domingo. Somou o terceiro golo da época.

MOMENTO: golo de André Micael (31m)

Canto batido no lado esquerdo por Francisco Geraldes, André Micael jogou em antecipação e intercetou o esférico ao primeiro poste com um desvio tão subtil quanto fatídico para o conjunto insular.  O desvio foi suficiente para fazer o esférico parar no fundo das redes sem que ninguém a conseguisse travar, inclusivamente o guarda-redes Rui Silva, que tinha feito uma excelente intervenção a ceder canto no lance anterior. Golo que abriu triunfo ao primeiro triunfo caseiro do Moreirense esta época na Liga.

OUTROS DESTAQUES

André Micael

Estreou-se a marcar em jogos oficiais com a camisola do Moreirense, clube no qual se formou. Seguro a defender, de cor à sua exibição com o golo apontado de cabeça a adiantar os minhotos no marcador.

Rui Silva

Muito seguro, o guarda-redes do Nacional da Madeira foi adiando o golo do Moreirense. Sem brilhar, mas com muita competência entre os postes e a recolher as bolas despejadas na área insular, o guardião de 22 anos foi dos que mais mostrou serviço no Nacional.

Boateng

Uma das novidades de Augusto Inácio, o ganês esteve muito ativo a jogar como principal referência no ataque, demonstrando facilidade de finalização em várias circunstâncias. Falhou na pontaria, mas compensou com entrega.

Cauê

O destaque menos vistoso, na medida em que não possuiu o virtuosismo de outros jogadores, mas a importância do médio brasileiro de 27 anos é inegável. Um pilar no setor intermediário do Moreirense, a manter o equilíbrio da equipa juntamente com Ângelo Neto.

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/04-12-2016/moreirense-nacional-3-1-destaques"