quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Sp. Braga-Moreirense, 2-1 (destaques)

FIGURA: Wilson Eduardo

O abono de família do Sp. Braga nesta fase da época, não havendo jogo em que não fique diretamente ligado aos principais lances dos minhotos. Esta noite bateu, invariavelmente, as duas bolas paradas que deram os golos ao conjunto de Jorge Simão. Primeiro apontou o canto para o golo de André Pinto, na segunda parte bate o livre para Ricardo Ferreira resolver o encontro. Está numa excelente forma, a ponto de se evidenciar mesmo num jogo em que nem tudo sai bem.

MOMENTO: golo Ricardo Ferreira (79m)

Bola colocada na área por Wilson Eduardo, Taborda sai mal dos postes e na pequena área é Ricardo Ferreira a ganhar nas alturas fazendo de cabeça o esférico parar no fundo das redes da equipa de Moreira de Cónegos.

OUTROS DESTAQUES

Cauê: Gigante no meio campo do Moreirense a ser um tampão às tentativa ofensivas do Sp. Braga com diversos desarmes e, ao mesmo tempo, importante a pautar de forma estável a posse de bola do Moreirense. Aliou, uma vez mais, a competência tática às capacidades técnicas.

Alan: Falta o vigor de outros tempos, sobra a magia nos pés. Aos 37 anos continua com uma capacidade assinalável de puxar pela equipa. Não se cansou de dar indicações aos colegas e o esférico saiu sempre nas melhores condições dos seus pés.

Boateng: Jogo de luta intensa, quase sempre sem bola e na luta pela sua conquista, apesar de ser o elemento mais adiantado do Moreirense. Correu quilómetros e foi ao choque, literalmente, com os adversários.

André Pinto e Ricardo Ferreira: Exibição segura dos centrais, perante a ameaça constante do irrequieto Boateng. Apontaram os golos que deram o triunfo nas incursões ofensivas que fizeram à área adversária. Ricardo Ferreira estreou-se a marcar esta época naquele que foi o seu primeiro jogo na Pedreira.

in "http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/22-12-2016/sp-braga-moreirense-2-1-destaques"